/arquivo de September 2014

Autoengano (I)

Da arte de convencer os outros, pra enganar a si mesmo.

Mudança

Do outro lado dos cômodos estão dormindo os pais. Enquanto os passos sussurram a saída dela da casa, as dobradiças das portas parecem chamar pelo nome a mãe. Ao chegar no apartamento dele, despiu-se de sua família e, da bagagem, tirou seu corpo. O ar poluído que entrava pela janela a agraciava com o doce […]

Mesquinho

Segundo uma criança de 5 anos: aquele que prefere comer o tatu, ao invés de jogá-lo fora.

Piscianos

Imagine um peixe. Agora, o mar imenso em torno dele. Depois disso, pense: será que ele se questiona sobre como está a água? [1] notas:Sim, referência a este texto aqui, primordial. [↩]

Norte (III)

O sentido da vida é construído, sua direção que já é bem conhecida.

Norte (II)

Quem elege seu destino, passeia pela vida com maior autonomia.

Norte (I)

A escolha de prioridades define o rumo, não seu caminho.

Vaidade

Mais ou menos bem representada na figura do sujeito que cheira o próprio peido, com satisfação.

Soberba

Desfila de salto alto dentro da própria casa.

Anônimo

Ainda sem pseudônimo.

|
Página