Citação

“Por que, com teus encantamentos infernais, arrancaste-me à tranquilidade da minha primeira vida… O sol e a lua brilhavam para mim sem artifício; acordava entre aprazíveis pensamentos e, ao amanhecer, dobrava as folhas para rezar minhas orações. Não via nada de mal, pois não tinha olhos; não escutava nada de mal, pois não tinha ouvidos; mas hei de me vingar!”

Discurso de mandrágora, em Isabel do Egito, de Achim Von Arnim. Em O Jogo da Amarelinha, de Julio Cortázar.

|

Quer comentar?

Campos necessários *

*
*