/arquivo de September 2010

Éloge de l’amour

“Que os sentimentos provoquem os acontecimentos, não o contrário”, ouvi no Elogio ao amor, de Godard. Assisti a esse filme umas 7 vezes, depois que estreou, em 2001. É um dos meus preferidos. Sobre isso que eu ouvi, não esqueço até hoje. E como postei um texto do DFW, há pouco, lembrei dessa citação. Nela, […]

A liberdade de ver os outros,
David Foster Wallace

Michael Wesely

Me deparei por acaso com essa foto e reconheci, na hora, uma das exposições fotográficas que mais me impressionaram. Foi em alguma Bienal de SP, na de 2002, se não me engano. São fotos do Potsdamer Platz, em Berlin, feitas pelo Michael Wesely. Simplesmente estonteante, ao vivo.

Prazer

Aroma que escorre o corpo dela, suor que emana minha alma.

Dark side of the moon

Amor

E pensar que o amor tornou-se mero epílogo. Final de uma história infeliz, na prateleira dos livros de época.

Nudez

Não cantarei amores que não tenho, e, quando tive, nunca celebrei. Não cantarei o riso que não rira e que, se risse, ofertaria a pobres. Minha matéria é o nada. Jamais ousei cantar algo de vida: se o canto sai da boca ensimesmada, é porque a brisa o trouxe, e o leva a brisa, nem […]

Pétalas

Eu queria dizer ao mundo que aqui não estou. Ver se assim ele se afasta de mim e devolve este peso às costas de outro corpo à toa.

Oquei

Giancarlo Rufatto – Oquei E o que vem pra mim do que tens dentro de si? Quero todos os segredos, quero tudo o que você tem só pra mim. Só pra mim. Às vezes, eu sei, mas o que dizer de nada adianta, nunca é igual, é sempre a última vez. Você espera alguém? Um […]

Grind,
Adrian Tomine

|
Página