Brief interviews with hideous men

Procurei o texto original por aí, mas não encontrei. Na tradução de José Rubens Siqueira, lançada pela Companhia das Letras, esse trecho está entre as páginas 104 e 109. É belíssimo. E o video, acima, dá conta de lhe revelar o quanto. Claro que ler primeiro e ver depois seria muito melhor, mas ficam aí as opções (eu adoraria transcrever o trecho, mas estou pra fazer isso há dias e não consigo, então vou postar assim mesmo).

Essa adaptação de John Krasinski (estreando como diretor) é até muito interessante, apesar da economia estética na produção geral. Já o fato dele se resumir a esquetes, praticamente, isso se deve à dificuldade em filmar um livro de contos (na verdade, apenas a série de contos que dá título ao livro todo), resultando ao final em algo seguro e, como já disse, até interessante. Um filme que irá tratar tanto do universo masculino, quanto do feminino. E com palavras do David Foster Wallace, o que o torna imperdível.

|

Quer comentar?

Campos necessários *

*
*