Charlotte sobre o Amor

“… acho que não posso mudar a mim porque a segunda vez que o vi entendi o que tinha lido nos livros mas nunca tinha realmente acreditado: que amor e sofrimento são a mesma coisa e que o valor do amor é a quantia que você tem que pagar por ele, e sempre que for uma pechincha você terá enganado a si mesmo.” (Palmeiras Selvagens, William Faulkner)

|

Quer comentar?

Campos necessários *

*
*